5 principais linguagens de programação mais difíceis do mundo

Todo desenvolvedor está familiarizado com muitas linguagens de programação. Muitas linguagens de codificação são de alto nível e sua sintaxe é legível por humanos.

Enquanto isso, há também linguagens de baixo nível que são difíceis para um humano ler, mas compreensíveis. Mas você encontrou uma linguagem de programação difícil que não é legível nem compreensível?

Existem algumas linguagens de codificação chamadas ‘linguagens de programação esotéricas’ ou esolang.

Essas linguagens são projetadas para testar os limites do design da linguagem de programação de computadores.

Esse tipo de linguagem não considera o objetivo de usabilidade e tem como objetivo remover e substituir recursos de linguagem convencionais. Essas linguagens são populares entre hackers e amadores.

Eu escolhi 5 idiomas que dão pesadelos aos programadores convencionais, essas línguas são difíceis de digerir e incomuns de entender.

5 linguagens de programação mais difíceis do mundo…

1. Malbolge

Malbolge é uma das linguagens de programação mais difíceis.

De fato, depois de sua chegada, demorou 2 anos para escrever o primeiro programa do Malbolge, imaginem agora como é difícil? Diz-se que o autor da linguagem de programação Malbolge nunca escreveu um único programa.

É uma linguagem de programação esotérica de domínio público criada por Ben Olmsted em 1998.

Olá programa mundial em Malbolge

(= <`# 9] ~ 6ZY32Vx / 4Rs + 0Não- & Jk)” Fh} | Bcy? `= * Z] Kw% oG4UUS0 / @ – ejc (: ‘8dc

2. Cow

Linguagem de programação de Cow é lançada em algum momento no início de 2013. Foi projetada com o bovino na mente. As vacas possuem habilidades de vocabulário limitadas, então os desenvolvedores herdam as palavras conhecidas por eles. A linguagem de instruções consiste em diferentes variações de ‘moo’, ou seja, moO, MoO, mOo, mOO, Moo e assim por diante. É uma linguagem que diferencia maiúsculas de minúsculas e as outras palavras e símbolos entre as instruções da linguagem são ignoradas.

Olá programa mundial em linguagem de programação Cow

MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO Moo MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO Moo Moo MoO MoO MoO MoO OOO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoOMoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO Moo Moo MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo MooMOo MOo MOo MOo MOo MOo MOo MOO MOO MOO MOo MOo MOo MOo MOo MOo MOo Moo MOO MOO MOo MOo MOo MOo MOo MOo MOo MOo MooOOO Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo MoO Moo MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MooMoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo MOo MOo MOo MOo MOoMOo MOo MOo MOo MOo MOo MOO MOO MOO MOO MOO MOo MOo MOo MOo MOo MOo MOo Moo MOO MOO MOO MOO MOO MOO MOO MOO MOO MOO MOO MOO MOO MOR MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MooMoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo Moo MOo MOo MOo MOo MOoMOo MOo MOo MOo MOo MOo MOO MOO MOO MOO MOO MOo MOo MOo MOo MOo MOo MOo Moo MOO MOO MOO MOO MOO MOO MOO MOO MOO MOO MOO MOO MOO MOR MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MooMoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MooMoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO MoO Moo

3. Brainfuck

Brainfuck é uma linguagem de programação esotérica introduzida em 1993 por Urban Muller.

A linguagem também é semelhante ao título da língua ‘Brainfuck’, que é complicado e incomum.

A linguagem consiste em oito comandos e o programa é a sequência desses comandos.

Essa linguagem tem um ponteiro de instrução que começa no primeiro comando e é executado sequencialmente.

Os oito comandos da linguagem Brainfuck são (cada símbolo é um comando):
<> + -. []

Olá mundo em linguagem Brainfuck

++++++++++ [> +++++++> ++++++++++> +++> + <<<< -]> ++.> +. + ++++++ .. +++.> ++. << +++++++++++++++.>. +++ .—— .——–.> +. >.

4. INTERCAL

INTERCAL é uma linguagem de compilador sem acrônimo pronunciável. É também uma linguagem de programação esotérica criada por Don Woods e James M. Lyon. Ao mesmo tempo, zomba dos aspectos de várias linguagens de programação.

Olá Mundo em INTERCAL

POR FAVOR, 1 <- # 13

DO, 1 SUB # 1 <- # 238
DO, 1 SUB # 2 <- # 112
DO, 1 SUB # 3 <- # 112
DO, 1 SUB # 4 <- # 0
DO, 1 SUB # 5 <- # 64
DO, 1 SUB # 6 <- # 238
DO, 1 SUB # 7 <- # 26
DO, 1 SUB # 8 <- # 248
DO, 1 SUB # 9 <- # 168
DO, 1 SUB # 10 <- # 24
FAZER, 1 SUB # 11 <- # 16
DO, 1 SUB # 12 <- # 158
DO, 1 SUB # 13 <- # 52

POR FAVOR, LER, 1
POR FAVOR, DESISTA

Leia TambémBlockchain: A nova tendência da tecnologia explicada de maneira simples!

5. Whitespace 

A whitespace é outra linguagem de programação esotérica introduzida por Edwin Brady e Chris Morris.

Nesses idiomas, os espaços em branco como espaço, tabulação e linefeeds têm significado.

O intérprete ignora todos os caracteres que não são espaços em branco.

A linguagem em si é uma linguagem baseada em pilha imperativa e as máquinas virtuais em que o programa é executado têm heap e pilha.

Surpreendentemente, o idioma é lançado no dia 1º de abril de 2003 (dia dos tolos de abril).

Olá mundo no whitespace:

Deixe seu comentário...

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *